16 de outubro de 2008

Os curativos, substâncias e coberturas usadas



Segundo o Dr. Luiz Cláudio Cândido em seu livro "Nova abordagem no tratamento de feridas", a lavagem da ferida deve ser feita com soro fisiológico a 0,9% em jatos, ou seja, sob pressão, com o intuito de remover o tecido necrótico, evitando a limpeza mecânica pois pode danificar o tecido de granulação. Uma forma simples consiste em perfurar os frascos plásticos com uma agulha grossa. Poderá ser usado tanto na limpeza como no tratamento da ferida. Em contato com a lesão, estimula o processo de autólise do tecido desvitalizado graças a ação da hidrolase ácida. A solução fisiológica aquecida à temperatura corpórea evita o choque térmico.
Sabões tensoativos- podem ter ação citolítica afetando a permeabilidade da membrana. Provocam assim o ressecamento da pele formando fissuras que favorecem o aparecimento de infecções secundárias. Usar sabonetes à base de glicerina, se necessário for.

PVPI tópico- (Povidine)- base de água e iodo a 10%. Tem a finalidade de prevenir colonização. O produto penetra na parede celular e altera a síntese do ácido nucleico. Numa única aplicação, reduz em até 84% a população microbiota da pele íntegra e tem efeito residual entre 6 a 8 hs. É contra-indicado em feridas abertas pois é citolítico e retarda o processo de cicatrização. Pode ser neutralizado rapidamente na presença de matéria orgânica e necrose. Deve ser usado na antissepsia da pele íntegra e em mucosas para introdução de catéteres.

Clorexidina tópica- ação bacteriana para gram- negativos e positivos. Tem efeito residual de 6 a 8 hs. Reduz a população microbiota da pele íntegra em até 95,6%. Tem a função de prevenir a colonização da pele íntegra e de mucosas.É contra-indicado em feridas abertas pois é citolítica e retarda a cicatrização.
Pomada enzimática- desbridantes quimicos da rede de fibrina. A associação dessas pomadas com antibióticos é contra-indicada. Ela interfere no processo cicatricial e desenvolve resistência bacteriana. As pomadas à base de neomicina e cloranfenicol são contra-indicadas em feridas abertas.

Iruxol (Kollagenase )- atua seletivamente provocando necrólise. Tem pouca efetividade em grandes áreas necróticas.
Fibrinolisinas(Fibrase)- pomadas emolientes de origem bovina compostas de fibrinolisinas, desoxiribonucleases e cloranfenicol a 1%. Pela ação lítica, dissolvem o exsudato e os tecidos necróticos. Não é indicado associação com antibióticos pois pode induzir a resistência bacteriana.

Açucar, o glicopó- Sacarose em granulos. Bactericida pelo efeito osmótico na parede celular bacteriana. Por osmose, provoca lise da membrana celular do agente invasor. Para manutenção deste efeito, o curativo deve ser trocado a cada 2 hs. Indicado no trat. de feridas limpas ou infectadas e com exsudação.
Papaína- provém do látex do mamoeiro. Composto por enzimas proteolíticas e peroxidases. Atua como desbridante quimico seletivo. Tem ação bacteriostática, bactericida e antiinflamatória. Proporciona alinhamento das fibras de colágeno promovendo crescimento tecidual uniforme. São usadas gazes embebidas sobre as feridas por períodos de 10 a 15 mts.
Albumina- a clara de ovo é rica em albumina e tem propriedades cicatrizantes. Mantém a umidade da ferida e forma tecido de granulação. É indicada para queimaduras de 1º e 2º graus. Em curativos, deve ser aplicada diretamente sobre a lesão. Troca a cada 12 ou 24 hs.
Aloe Vera (babosa)- tem propriedades cicatrizantes pois mantém úmido o leito da ferida, facilita a neo-angiogênese e a formação do tecido de granulação. Aplicada diretamente sobre a ferida com gaze não aderente em queimaduras de 1º e 2º graus e ulcerações. Trocas a cada 24 hs.
Elicina- enzima retirada da secreção do caramujo Helix Aspersa Muller. Tem propriedadess cicatrizantes. Indicado em queimaduras e outras lesões. Aplicado diretamente sobre a ferida. Troca de 12a 24 hs.
Sulfadiazina de prata- usado no tratamento de queimaduras. Tem efeito bactericida e bacteriostático. Trocas a cada 12 hs.
Ácidos graxos essenciais(AGE)-
Ácido linoléico( Dersani)- os AGE são triglicerídeos que mantém o leito da ferida úmido e acelera a neo-angiogênse e o processo de granulação. O Dersani é composto pelos ácidos linoléico, caprílico, cáprico, capróico, vits A e E e lecitina de soja. O ácido linoleico é importante no transporte de gorduras e na manutenção da função e integridade das membranas celulares. A lecitina de soja protege, hidrata e auxilia na restauração da pele. As vits A e E são antioxidantes.
Tem aplicação em feridas abertas e na prevenção de úlceras de pressão. Em algumas lesões tratadas com este produto, pode haver hipergranulação do tecido cicatricial. Nesses casos, substitui-se o ácido linoleico por SF até que atinja a granulação ideal.
Ácido ricinoléico derivado do óleo de mamona(Hig-med)- tem ação bactericida pois é citolítico. Age contra gram-positivos e gram-negativos. É solvente ativo da quitina, presente na parede celular dos microoganismos. Indicado como desbridante quimico e cicatrizante. Tem efeitos laxativo e vermicida.
Modo de aplicação:
Efeito bactericida- lavar o leito da ferida com solução -padrão, derivada do óleo de mamona, diluida em SF na proporção de 1:4. Embeber gazes na solução e aplicar sobre a ferida. Ocluir com curativo seco.
Efeito de desbridante quimico- lavar com SF, aplicar o derivado do óleo de mamona a 100% embebido em gaze por 10 a 15 minutos. repetir diariamente.
Evitar a exposição solar da pele que entra em contato com essa solução pois pode causar manchas hipercrômicas.
Alginato de cálcio e sódio(Acquacell)- curativo fibroso derivado de algas marinhas marrons, com alta capacidade de absorção e desbridamento quimico. Indicado em feridas profundas e tunelizadas e até mesmo com exposição óssea. Trocas de 12 a 24 hs.
Carvão ativado e prata- curativo composto por carvão ativado impregnado com prata a 0,15% envolto num tecido de náilon poroso. Tem poder de alta absorção e poder bactericida. Reduz o odor fétido de feridas purulentas. Indicado em feridas infectadas, fétidas e com grande quantidade de exsudato. Pode ser associado ao AGE e alginato. Contra-indicado em ferida com exposição óssea e tendinosa, em necrose de coagulação, em feridas limpas e em queimaduras. O carvão ativado não pode ser aplicado tópicamente pois pode ocorrer absorção do produto. Pode permanecer por vários dias, em média de 48 a 72 hs. A troca é de acordo com a quantidade de exsudato. Trocar somente a cobertura externa.
Hidrocolóide (Duoderm,Hydrocoll,Replicare...)- na face interna é composto por gelatina, pectina e carboximeticulose sódica e na externa de espuma de poliuretano. Mantém a umidade da ferida, produz um gel que favorece o desbridamento autolítico. Estimula a neo- angiogênese e mantém o ph. Indicado em feridas limpas e queimaduras de 2º grau. Pode ser aplicado em áreas de projeção óssea. Contra-indicado em feridas infectadas e colonizadas e em necroses. proteje as terminaçãoes nervosas e diminui a dor. A troca é feita quando há saturação do produto.
Hidropolímero (Tielle, Allevyn, Polywic....)- adesivo de poliuretano revestido com uma almofada de espuma de alta densidade que se expande e preenche todo o espaço morto no leito da ferida. Mantém a umidade e absorve o exsudato. Indicado em feridas limpas e em granulação. Contra-indicado em feridas infectadas e necrosadas e com muita secreção. Trocas de 48 em 48 hs.
Hidrogel (Duoderm gel, Hydrosorb, Nu-gel...)- composto por polivinilpirrolidona (pvpa) e água. Mantém a umidade , promove o desbridamento autolítico. Indicado nas queimaduras, remoção de crostas e feridas limpas com pouco exsudato. Contra-indicado em feridas infectadas e com exsudação abundante.

7 comentários:

Anônimo disse...

adorei essas imformações

Lia/floripa disse...

Não achei o que queria, uma curativo ou produto que tivesse efeito anestésico local para uso de escaras extremamente doloridas, em paciente acamado, com pouca opção de mudança de poisção.
Se souberem algo, preciso urgente!

grata

Anônimo disse...

Qual o curativo mais usado no pé diabético necrosado e no início da úlcera de pressão na região sacra

Babina disse...

sou da saude,tenho minha mãe que amputou as duas pernas talvez se tivesse na epoca essas informações teria sido diferente.mais hoje tento fazer um pouco pelos meus pacientes. se souberem de novidades queria estar informada sobre curativos no pé de diabeticos

tec. enf, iaci/ macapá/Ap disse...

que tipo de medicamento posso colocar em um ferimento que contem secreção após o curativo

Thaiza disse...

boa noite adorei o blogger...
estou começando um trabalho de extensão na faculdade onde estudo em Vitoria- ES estou procurando idéias novas sobre curativos pois minha paciente é diabética e está com uma ferida extensa em M I E estou utilizando um produto a base de biguanida para limpeza mas estou atras de novas opções...
Thaiza Botelho acadêmica de enfermagem.

Anônimo disse...

boa noite, peço para q por favor alguem me ajude a salvar minha avó, diabetuca e tem 83 anos de pura lucidez e simpatia, mas esta com ferida aberta novamente e com mta escamaçoes na pele. ja levei aqui em Bauru em varios medicos, mas ninguem resolve, cada um passa um tipo de tratamento, uma forma de lavar a ferida... queria falar com alguem q realmente queira me ajudar a salva-la, porq preciso mto, entre em contato por e mail.
grata Nataly contato@otimizase.com.br